Canon AF35M – Point&Shoot

Today we bring a photographic machine. The Canon AF35M was considered a heavy model of the Canon, with 400gr. However, if we think it has everything like autofocus, auto exposure, pop-up flash and motor film advance and rewind, it might not be that heavy.

This point and shoot came out in 1979 and the canon stated that it was the first autofocus in the world. But that was not true. Konica had already released identical models on the market (2 years earlier).

Canon’s autofocus system was innovative but not very smart. Its consistency depended on the subject being photographed and there were some tricks. The use of the timer was one of them because it allowed a prior focus before the shot.

It has a black block format with viewers for the autofocus system, a fixed lens with a dial to set the ISO of the movie, and buttons to rewind the movie and flash. All of its operation is due to two AA batteries.

This machine was loaned by a friend.
I was looking to buy one, but I still had not had the opportunity to buy / try.
For me, its main feature is its noise when we take photos. Everything we do is denounced by it. Her appearance is discreet until we hear her shoot. t.

Particularly, this one is testing my patience. She is old, so some of her features are no longer work properly.

The shooter button is no longer consistent and sometimes jams. When it does, there is no button to reverse the situation. We have to wait for her alone (which happens, but I do not know why) back to normal. I have some photographs that I do not understand what they are and I understand why. At the end of the film there is also the possibility of not rewinding. And the timer also decides not to work.

This is the 3rd time I use it. The first time did not go well. I had some problems in realizing how the autofocus worked and the results were not good. The second time it went better and the results were more concrete and satisfactory. Nothing like having patience and try to understand their tricks. This last time, I got the rewinding button stuck because that mechanism did not work. I will have to wait to develop it.

In short, this point and shoot has unique characteristics and a lot of charisma. She does what she want. When we photograph with her we have no control and the best we have to do is understand her and embrace her will.

Hoje trazemos uma maquina fotográfica. A Canon AF35M foi considerada um modelo pesado da Canon, com 400gr. No entanto, se pensarmos que tem tudo como o autofocus, exposição automática, flash pop-up e avanço e retrocesso do filme motorizado, talvez não seja assim tão pesada.

Esta point and shoot surgiu em 1979 e a canon afirmou que era a primeira autofocus do mundo. Mas não era verdade. A Konica já tinha lançado no mercado (2 anos antes) modelos idênticos.

O sistema autofocus da Canon era inovador mas não muito inteligente. A sua consistência dependia do assunto fotografado e haviam alguns truques. O uso do temporizador era um deles, pois, permitia um foco prévio antes do disparo.

Tem um formato de um bloco preto com visores para o sistema de focagem automática, uma objetiva fixa com um mostrador para definir o ISO do filme e botões para retroceder o filme e para o flash instantâneo. Todo o seu funcionamento devesse a duas pilhas AA.

Esta máquina foi emprestada por um amigo.
Já andava de olha numa, mas ainda não tinha tido a oportunidade de comprar/experimentar.
Para mim, a sua principal característica é o seu ruído quando tiramos fotografias. Tudo o que fazemos é denunciado por ela. O seu aspeto é discreto, ate ouvirmos o seu disparo.

Particularmente, esta vai testando a minha paciência. Ela é velhinha por isso algumas das suas funcionalidades já não trabalham corretamente.

O disparo já não é consistente e por vezes encrava. Quando acontece, não existe nenhum botão para reverter a situação. Temos de esperar que ela sozinha (que acontece, mas não sei porquê) volte ao normal. Tenho algumas fotografias que não percebo o que são e entendo porquê. Terminando o rolo também há a hipótese de não rebobinar. E o temporizador também faz das suas.

É a 3a vez que a uso. A primeira vez não correu bem. Tive alguns problemas em perceber como funcionava o autofocus e os resultados não foram bons. Da segunda vez correu melhor e os resultados foram mais concretos e satisfatórios. Nada como ter paciência e tentar entender a sua manhas. Nesta ultima vez, fiquei com o rolo por rebobinar preso porque esse mecanismo não funcionou. Vou ter de esperar para revelar e assim que estiver em quarto escuro, retirar o rolo com segurança.

Resumindo, esta point and shoot tem características únicas e bastante carisma. Faz o que lhe apetece. Quando fotografamos com ela não temos controlo e o melhor que temos a fazer é entendê-la e abraçar a sua vontade.


Twins Brothers . Sara Martins

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Blog at WordPress.com.

Up ↑

%d bloggers like this: